“Células da ansiedade” no cérebro são descobertas por cientistas

Recentemente, uma descoberta surpreendente foi publicada na revista Neuron. Neurocientistas acreditam ter encontrado as “células da ansiedade” no cérebro. Mas a melhor notícia é que eles já conseguem controlá-las, reduzindo os sintomas de preocupação exagerada.

A pesquisa foi realizada em camundongos com ajuda da técnica de cálcio. Foi analisado o cérebro de roedores, enquanto passavam por algum tipo de estresse. Quando os animais se sentiam vulneráveis e apreensivos, cientistas captavam atividade celular do hipocampo dos ratinhos.

O professor de psiquiatria do Centro Médico Irving da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, Rene Hen disse, em comunicado, que essas “células da ansiedade” também devem existir em humanos.

Controlando a ansiedade

Uma vez que se descobre a mina de ouro, a próxima atitude é saber como extrair o mineral. Neste caso, como controlar essas células.

Os cientistas estão fazendo testes para desligar as células, com ajuda da optogenética, uma técnica que consiste na utilização de feixes de luz. Nos ratinhos, o tratamento funcionou.

Segundo os pesquisadores, após passar pelo teste, os ratos foram expostos à mesma situação de vunerabilidade, porém reagiram de forma mais ousada, desbravando outros cantos das paredes, além de áreas abertas.

Mas, quando as células foram estimuladas novamente, o medo voltou, e os animais passaram a ter receio até mesmo de setores teoricamente mais seguros. ​​

Salto na medicina

Ter uma dose de ansiedade para se proteger de ameaças é completamente aceitável, pois é um fator que garante a segurança do homem desde a pré-história. No entanto, quando ela aparece em doses exageradas, capaz de atrapalhar a vida de uma pessoa, é preciso estar em alerta.

Atualmente, a ansiedade é uma das doenças mentais que mais afetam as pessoas no mundo. Contudo, a descoberta oferece esperança para o desenvolvimento de tratamento para quem sofre do problema.

Você já teve uma crise de ansiedade ou pânico? Aprenda algumas dicas naturais para agir nestes casos com a psiquiatra Maria Fernanda:

Se você conhece alguém que sofre de ansiedade, compartilhe essa notícia!

Gostou desta dica ? Veja essa e muitas outras em nossas redes sociais. Acesse nosso Facebook e Twitter pelos ícones abaixo e fique por dentro de todas as atualizações de nosso site !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *